Viagens na Minha Terra: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Almeida Garret

Capítulo 36

O contador da história e seus ouvintes começam a debater sobre o fim do romance, sobre qual destino teria Carlos. O autor do livro toma defesa do jovem: ele não seria imoral por amar a duas mulheres, mas apenas teria um coração muito grande, tão grande a ponto de caber muito amor – tal defesa não é sem interesse, dizem que o próprio Almeida Garret era um “Carlos” da vida real, cheio de amantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É interrompida, novamente, a história da menina dos olhos verdes para prosseguir a viagem do autor, que agora segue para ver o “Santo Milagre” – que ele mesmo não explica no livro, mas nada que a Wikipédia não ajude. No caminho continua falando das construções que foram deformadas a cada reforma, e pouco lembravam a arquitetura original da cidade; fala dos locais históricos que sempre eram menos interessantes do que imaginava; fala do abandono de Santarém, e clama por um ressurgimento de sua grandiosidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual