Viagens na Minha Terra: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Almeida Garret, por Bruno Alves

ATENÇÃO: A experiência artística da leitura literária é única e pessoal: sempre que puder, entre em contato com os textos originais para compreender os livros em sua essência.

Capítulo 30

A versão popular, simples, tem um contraponto complexo, registrado pelas escrituras dos frades.

Santa Iria – ou Santa Irene – era uma nobre donzela, freira, de Nabância. Um jovem, também nobre, Britaldo, enamorou-se por ela, que resistiu firmemente a seus apelos. Britaldo acabou adoecendo e Santa Iria foi consolá-lo, “curando-o” de sua paixão.
No entanto a paixão apenas mudou de homem: agora seu mestre, monge Remígio, tinha interesses pela donzela, que também o recusou. Como vingança Remígio a fez tomar uma poção que fez com que ela parecesse uma mulher grávida.
Iria sofreu muitas injúrias por seu suposto estado e a história foi parar nos ouvidos de Britaldo que, furioso, mandou que a matassem. Ela foi jogada no rio Nabão.
Na região que hoje é Santarém, às margens do Tejo, o corpo de Santa Iria apareceu. Nesse meio tempo o abade do convento, Célio, teve uma revelação sobre o que se armou contra Iria. Todos os monges e o povo de Nabância fizeram procissão ao encontro do corpo da moça, que estava em um sepulcro milagrosamente construído debaixo das águas do Tejo – que se abriu apenas neste momento. O corpo da santa estava intacto e não conseguiram tirá-lo de lá: era um milagre.
A rainha Santa Isabel foi ao local, pedindo que o rio novamente “se abrisse” – tal como o mar Vermelho – e assim aconteceu. Ordenou a construção de um monumento no local, sobre o túmulo, que até hoje está lá, ora no meio das águas do Tejo, ora completamente exposto (quando o nível do rio baixa).

O autor questiona, se a versão oficial seria fruto da imaginação dos monges ao longo dos tempos, ou se a versão popular é que teria se esquecido de importantes detalhes da história.

Anterior Índice Próximo
error: Compre nossos ebook, a partir de R$ 5,90, para ter acesso aos textos com a opção copiar/colar habilitada ;)