Viagens na Minha Terra: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Almeida Garret

Capítulo 28

Ao encontrar a igreja de Santa Maria de Alcáçova, em meio a tantas ruínas e entulhos, o autor assume que não a reconheceria se não o dissessem. Continuando sua crítica à arquitetura moderna portuguesa, relembra que desde o grande terremoto (fato ocorrido em 1755), com as intervenções do Marquês de Pombal, as construções antigas se degeneraram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Chega ao antigo palácio de D. Afonso Henriques, onde agora o chefe do partido progressista de Portugal o recebe. Conhece sua família, banha-se, janta, conversa e vai dormir.

Ao acordar encanta-se com a vista que tem do vale e do rio Tejo. Devaneia entre imagens e poesias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual