Til: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de José de Alencar, por Bruno Alves

ATENÇÃO: A experiência artística da leitura literária é única e pessoal: sempre que puder, entre em contato com os textos originais para compreender os livros em sua essência.

Parte 4 – Capítulo 10 – A entrega

Jão Fera havia devolvido a Barroso o dinheiro que este lhe dera para dar fim a Luís Galvão. Tal quantia ele conseguiu pela promessa de que se entregaria a Aguiar, fazendeiro que o perseguia.

Após ter espantado Barroso, durante o incêndio no canavial, era a hora do Bugre encaminhar-se para sua entrega. Jão pensou em despedir-se de Berta, mas com medo da reação da menina, que talvez o considerasse criminoso, desistiu.

Foi caminhando até Campinas, na fazenda de Aguiar, onde Filipe e demais capangas o esperavam, para coibir qualquer tentativa de assalto do Fera. Porém, ao chegar ao local, Jão foi logo avisando que se entregava por vontade própria, que não queria ser acorrentado, era um homem de palavra. Se tentassem fazê-lo, ele se rebelaria e o trato estaria desfeito. Aguiar compreendeu, ainda que receoso.

Durante a noite os capangas, suspeitando que Jão pudesse armar um golpe, foram até o lugar que ele dormia para amarrá-lo. Mas o Fera estava atento e percebeu a ação dos homens, reagindo com violência e fugindo, conforme havia dado sua palavra.

Anterior Índice Próximo
error: Compre nossos ebook, a partir de R$ 5,90, para ter acesso aos textos com a opção copiar/colar habilitada ;)