Terra Sonâmbula: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Mia Couto

Décimo primeiro capítulo – ONDAS ESCREVENDO ESTÓRIAS

Promoção 50%

A estrada se transformara na areia branca e o mar estava à frente do ônibus. Tuahir, inerte, é levado em seu banco por Muidinga para o alto das dunas, onde arbustos lhes dão sombra.

O velho pede que seja colocado num barco que está ali próximo, para que quando a maré subisse ele fosse levado pelas águas. Muidinga descobre que a embarcação se chama Taímo. Tuahir duvida da coincidência, imagina que o menino esteja a brincar.

Baixar eBooks

O garoto ainda quer ler o último caderno antes da partida de seu companheiro, mas o velho pede que espere a maré subir para continuar a história. Ele ainda indaga se o menino realmente havia lido o que estava escrito, ou se havia inventado algumas histórias, mas Muidinga nega.

O barulho das ondas, que já alcançam o barquinho, se mistura à voz de Muidinga. Tuahir começa sua viagem num “mar de infinitas fantasias”, em cujas ondas “estão escritas mil estórias, dessas de embalar crianças do mundo inteiro”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página 😉

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual