Senhora: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de José de Alencar

Parte 2 – Quitação: Capítulo 4

Fernando Seixas soube da existência de Aurélia em uma roda de amigos, que o levou até a janela da tal moça. O cruzamento de olhares entre os dois ficou marcado na memória de ambos: Aurélia lembrava-se do moço e ele foi visitá-la mais vezes noutros dias, até declarar seu amor, que era enfim correspondido.

Baixar eBooks

Por outro lado, entre vários pretendentes, havia Eduardo Abreu, tímido jovem de família muito rica. Encantado pela pureza de Aurélia, pediu sua mão à D. Emília, que confiou a Aurélia a decisão final, deixando claro que somente esta união a deixaria tranquila quanto o seu futuro. D. Emília, porém, sabia que o coração de sua filha pertencia a Fernando Seixas, compreendendo, por experiência própria, a tendência de a garota não aceitar o casamento com Eduardo Abreu apenas pela comodidade material.

Em uma das visitas de Fernando, D. Emília resolveu tratar diretamente sobre o futuro casamento: Seixas deixou claro que ainda não poderia garantir uma vida luxuosa à sua filha, porém em um ano teria algum avanço profissional que melhoraria sua situação. Todavia, sabendo das melhores propostas que Aurélia recebia, concordou em abrir mão de seu amor para garantir um destino mais feliz à sua amada – tal postura agradou a D. Emília.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por fim, Aurélia rejeitou a proposta de Eduardo, seguindo seu coração. Sabendo de tal decisão, Seixas foi à sua casa pedir sua mão em casamento, que foi concedida por D. Emília.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual