Senhora: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de José de Alencar

Parte 1 – O Preço: Capítulo 9

Fernando Seixas era um homem honesto, porém dentro da moral da sociedade da época: o amor e o interesse próprio eram justificativas para qualquer ação, desde que dentro das leis e longe de escândalos.

Baixar eBooks

Um dia após a visita do Sr. Lemos (que apresentou-se a ele como Ramos), Seixas foi procurado por sua mãe, D. Camila, que trouxe novidades sobre sua irmã mais nova, Nicota: um rapaz, dono de uma lojinha, pedira sua mão em casamento. Restava apenas que Seixas aprovasse a união e retirasse algum dinheiro da Caixa Econômica para o enxoval – e assim ele prometeu.

Seixas, no entanto, já havia gasto todo o dinheiro de sua família com os luxos que ostentava na sociedade. Além disso, acumulara algumas dívidas das quais muitas vezes nem se lembrava. Recebera também uma carta, em nome de Amaral, que dava entender o fim do acordo para o casamento com Adelaide. Para completar sua desventura, as promessas de trabalho que obteve em sua ida à Pernambuco pareciam incertas – conforme soube à noite, durante uma reunião da sociedade. Nesta mesma reunião surgiu Aurélia Camargo, deslumbrante como sempre, para uma maior contrariedade de Seixas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia seguinte, após uma noite de insônia, Seixas viu-se preso a um destino implacável: mais anos de serviço público, a velhice dependente de uma mísera aposentadoria. Seria até possível, em questão de dois anos, com um comportamento mais econômico, reparar os danos feitos à propriedade da família. Mas ele não conseguiria manter-se distante dos bailes e dos luxos aos quais se acostumara. A única alternativa, portanto, era ceder à proposta daquele Sr. Ramos e casar-se com a moça que, conforme imaginava, seria uma mulher feia, provavelmente vinda da roça.

Foram estas as condições que levaram Fernando à procura do “Sr. Ramos”, conforme relatado no capítulo anterior. Agora, passados três dias do recebimento dos vinte contos de réis iniciais, chega-lhe uma carta marcando para o dia seguinte o esperado encontro com a futura noiva: o próprio Lemos foi buscar-lhe e brincava com o fato de que a moça teria algum defeito, apenas por gozação. A única ressalva era que ele mantivesse discrição sobre o acordo, pois a moça, segundo Lemos, não saberia de tal negócio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual