Sagarana: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Guimarães Rosa

Sarapalha

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na beira do rio Pará há um vilarejo abandonado por conta da malária: é o Arraial de Sarapalha. Os primeiros a deixar o lugar foram para o cemitério, os seguintes fugiram da doença. As plantas tomam conta das ruas e das construções.

Somente uma fazenda mantém uma discreta plantação de milho ao seu redor. É manhã, dois homens conversam e uma negra prepara o fogo. Primo Ribeiro e Primo Argemiro são atingidos pelos males da doença e compartilham seus últimos momentos juntos.

Baixar eBooks

Primo Ribeiro sofre, além da doença, por ter perdido sua mulher, Luísa, que fugiu com outro homem. Primo Argemiro ouve as lamentações do familiar com um peso na consciência: ele também era apaixonado por Luísa e tinha ido morar ali para ficar perto dela, porém nunca cedeu à tentação.

Primo Ribeiro não cansava de elogiar Primo Argemiro por sua fidelidade até o momento da morte. Argemiro não aguentou e contou sobre seu amor platônico. Ribeiro não aceitou esta traição, ainda que só tivesse ocorrido em sua mente, e mandou Argemiro embora. Ele seguiu pela estrada e se deitou à relva, onde sofria os últimos tremores da doença.

Promoção 50%

Baixar eBooks

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página 😉

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual