Escolha uma Página

Sagarana: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Guimarães Rosa, por Bruno Alves

ATENÇÃO: A experiência artística da leitura literária é única e pessoal: sempre que puder, entre em contato com os textos originais para compreender os livros em sua essência.

Corpo fechado

O narrador conversa com Manuel Fulô, que conta sobre os valentões que dominaram a região nos últimos tempos: José Boi, Desidério Cabaça, Miligido, Adejalma (com quem ele quase travara um duelo, certa vez) e Targino, o atual valentão, com quem Manuel não simpatiza por considerá-lo um desrespeitador (ele comeu carne e bebeu cachaça em frente à igreja na sexta-feira da paixão).

Foi nessa época que o narrador chegou ao arraial de Laginha, quando era aguardado o surgimento de um novo valentão, mas nenhum aparecia. Havia sub-valentões em cada região, mas tudo era muito monótono. Apresentaram-lhe Targino, mas o narrador não se interessou por ele. Por outro lado, Manuel Fulô, um sujeito pequeno, “cara de bobo de fazenda”, lhe chamou a atenção – em especial por também apreciar cogumelos com carne.

Manuel gostava de mulheres, de beber e conversar. Tinha uma mula de estimação, Beija-Flor, que era sua companheira de todas as horas. Ele tinha habilidade em tratar animais para vendê-los (escondendo defeitos), e aprendeu isso no tempo em que viveu com os ciganos. Porém, após enganar os próprios ciganos, sua fama se espalhou e não conseguiu negociar com mais ninguém. Atualmente ele queria comprar de Antonico das Águas, curandeiro do local, uma sela mexicana, mas o homem se recusa a vendê-la. Por outro lado, o feiticeiro quer para ele a Beija-Flor, mas Manuel não pensa em vendê-la, também.

O narrador já aconselhava Manuel Fulô a parar de beber quando chega Targino, o valentão, e declara que quer “visitar” a das Dor, noiva de Fulô, antes do casamento: Manuel deve permitir o encontro, ou terá de enfrentar vilão.

Manuel Fulô já não tinhas esperanças de sobreviver ao duelo quando Antonico das Águas chegou e lhe propôs uma solução: um feitiço que fecharia seu corpo contra as balas da arma de Targino. Em troca, o curandeiro pedia a mula Beija-Flor. Fulô aceitou o trato.

Targino deu cinco tiros, mas nenhum atravessou o corpo fechado de Manuel, que com uma pequena faca rasgou a barriga do adversário. Surgia um novo valentão para Laginha, um valentão mais manso e decorativo, que escapava da vigilância da mulher para tomar uma cachaça a mais, montar na Beija-Flor (que ele pegava emprestada) e dar tiros para o alto, para a alegria do povoado.

Anterior Índice Próximo
error: Compre nossos ebook, a partir de R$9,90, para ter acesso aos textos com a opção copiar/colar habilitada ;)