O Cortiço: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Aluísio Azevedo

Capítulo 21

Ao mesmo tempo estava João Romão em seu quarto, todo reformado, com papel de parede, móveis novos, pronto para um casal. Bertoleza dormia nos fundos do armazém, no chão. Aí estava o grande impasse do português: Miranda já havia concedido a mão de sua filha Zulmira e Dona Estela já procurava uma data para o casamento, mas Bertoleza permanecia em sua casa. Seu pensamento “E se ela morresse?” logo passou para “E se eu a matasse?”. Mas essa alternativa parecia muito arriscada, já que agora, prestes a se casar, todos desconfiariam do feito. João se arrependeu de não ter dado um fim na negra antes. O dono da estalagem caminhou até onde sua antiga amiga dormia e a olhou por um tempo pensando no que faria dela, até que ela acordou, assustando o homem, que pensou “Será que ela desconfia de algo?”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A noite passou sem que João dormisse. Assim que saiu para o cortiço soube de um desastre: Agostinho, filho de Machona, acidentou-se quando brincava na pedreira e morreu violentamente. Sabendo disso, o português estranhamente lamentou o ocorrido: porque morrer assim uma criança que não faz mal a ninguém, e não Bertoleza, que tanto o atrapalha!

Em instantes chegou o velho Botelho ao sobrado de João e contou que se preocupava com a influência da negra sobre sua imagem perante Miranda e Dona Estela. Discutiram então, durante o almoço, o que se deveria fazer. Surpreendentemente Bertoleza entrou no recinto e professou injúrias a João Romão, afirmando que não se deixaria ser descartada daquela forma, que “quem lhe comeu a carne haveria de roer seus ossos”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após essa discussão Botelho e João saíram. Bastou algum tempo para que tivessem uma ideia: poderiam denunciar Bertoleza ao seu dono, afinal, como foi dito no início dessa história, João falsificou a alforria da negra, portanto, ela ainda era escrava! João providenciaria o endereço e o nome de quem fosse de direito e Botelho faria o contato.

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

Baixar eBook

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual