Macunaíma: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Mário de Andrade

9 – Carta pras icamiabas

Com uma linguagem muito rebuscada e prolixa (aprendida com os paulistas), Macunaíma endereça uma correspondência às suas súditas na qual narra os acontecimentos desde a perda do muiraquitã até a chegada a São Paulo, com o intuito de recuperar o talismã das mãos de Venceslau Pietro Pietra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao descrever os hábitos das mulheres paulistas, que brincam por dinheiro, o “Imperator” revela a necessidade do envio de uma nova remessa de bagos de cacau para financiar a continuidade da jornada.

A carta ainda carrega longas descrições dos hábitos e valores excêntricos dos paulistanos: suas famílias, seus trabalhos, sua organização social, seus aspectos cosmopolitas e até mesmo sua língua – sendo ressaltada a curiosa existência de um idioma falado e de outro escrito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual