Macunaíma: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Mário de Andrade

3 – Ci, Mãe do Mato

Caminhando pela selva os quatro viajantes se depararam com Ci, Mãe do Mato, índia icamiaba (uma tribo só de mulheres). Macunaíma quis brincar com a moça, mas ela se recusou violentamente. Com a ajuda de seus irmãos, nosso herói dominou Ci e brincou com ela, tornando-se “o novo Imperador do Mato-Virgem”.

Baixar eBook

Macunaíma passou um longo período de sossego, durante o qual brincava com Ci até cansar. Em seis meses nasceu um filho, tratado com todas as regalias de herdeiro do herói. A cabeça do menino era achatada e ficava ainda mais quando seu pai batia nela dizendo que ele devia crescer para ir a São Paulo ganhar dinheiro. O pequeno, porém, morreu logo, envenenado pelo leite de sua mãe, cujo peito fora mordido por uma cobra.

Terminado o funeral da criança, Ci deu a Macunaíma o muiraquitã (uma pedra preciosa) de seu colar e subiu ao céu por um cipó, tornando-se a estrela Beta do Centauro. No túmulo do filho, Macunaíma viu nascer uma planta que se tornaria o guaraná.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual