Inocência: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Visconde de Taunay

3 – O doutor

Filho de um vendedor de drogas que se autointitulava boticário, Cirino vivia em Vila de Casa Branca, em São Paulo, até ser enviado a Ouro Preto, onde morou com um tio excêntrico: solteirão e rabugento, ele vivia isolado e tinha fama de abastado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tal tio inscreveu Cirino num colégio religioso com a promessa de destinar alguma herança à Igreja como recompensa. Quando faleceu, entretanto, descobriu-se que ele não possuía riqueza alguma e Cirino foi dispensado das aulas.

Com dezoito anos Cirino conseguiu emprego numa botica, ambiente que lhe era familiar, e logo foi tomado como “doutor” pela sociedade local. Matriculou-se na escola de farmácia e estava prestes a tirar o título oficial de boticário quando decidiu, por capricho, iniciar uma viagem pelos sertões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De vilarejo em vilarejo Cirino foi acumulando experiência como “doutor”, lendo livros medicinais, fazendo sangrias e vendendo remédios. Ganhou gosto pela vida em liberdade e seguiu rumo ao Mato Grosso, com intenção de conhecer novas paisagens.

Apesar do caráter orgulhoso e envolto em charlatanismo, por não possuir conhecimentos científicos muito precisos, Cirino tinha bom coração e uma alma elevada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Baixar eBook

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual