Caminhos Cruzados: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Erico Verissimo, por Bruno Alves

SEGUNDA-FEIRA

Capítulo 46

João Benévolo vai ao Bazar Continental, onde trabalhava, para pedir uma indicação de emprego ao seu antigo patrão. Fernanda o recebe e o encaminha à sala de Leitão Leiria. O comerciante recebe o ex-funcionário com amabilidade: oferece um charuto, pergunta em que pode ser útil e oferece dinheiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Espantado com o comportamento inesperado daquele que imaginava ser seu inimigo, Benévolo recusa a ajuda direta e pede apenas uma recomendação de trabalho. Leitão escreve em um cartão um amistoso pedido de colocação na Fábrica Brasileira de Mosaicos. João sai muito agradecido e surpreso pela ajuda recebida.

Assim que ficou só em sua sala, Leitão Leiria telefona para Mendes Mota, responsável da tal Fábrica, e avisa sobre o cartão que escrevera: poderia rasgá-lo, pois o havia escrito apenas para despachar logo um ex-funcionário que o estava amolando.

Gostou desse resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Deseja contribuir com alguma informação adicional?
Deixe seu comentário no final desta página 😉

Anterior Índice Próximo
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
error: Se interessou em nosso trabalho? Adquira nossos eBooks: para baixar, imprimir e ler quando quiser.