Caminhos Cruzados: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Erico Verissimo, por Bruno Alves

SEGUNDA-FEIRA

Capítulo 37

João Benévolo caminha pela cidade na manhã clara da segunda-feira. Lembra-se de suas brincadeiras de infância, seus amigos, seus livros. Agora sua preocupação deve ser outra: procurar emprego nos jornais, encontrar conhecidos, sentar nos bancos da praça… O troco de Ponciano pesa em seu bolso: imagina-se tendo dinheiro o suficiente para devolver-lhe o ”favor”, se sentiria um herói.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Essa sede de heroísmo fez com que João se casasse: sempre via Laurentina triste à janela, cumprimentava-a, soube ser uma órfã sendo forçada a se casar com um homem indesejado, a “mocinha” perfeita. Enviou-lhe cartas românticas, conquistou seu coração.

Ao passar em frente à livraria é atraído por um exemplar de “A Ilha do Tesouro”. O troco em seu bolso seria o suficiente, mas há gastos mais importantes. Afasta-se da vitrine, mas retorna – “um homem precisa de distrações”. Entra na loja assobiando Carnaval de Veneza.

Gostou desse resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Deseja contribuir com alguma informação adicional?
Deixe seu comentário no final desta página 😉

Anterior Índice Próximo
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
error: Se interessou em nosso trabalho? Adquira nossos eBooks: para baixar, imprimir e ler quando quiser.