Caminhos Cruzados: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Erico Verissimo, por Bruno Alves

ATENÇÃO: A experiência artística da leitura literária é única e pessoal: sempre que puder, entre em contato com os textos originais para compreender os livros em sua essência.

SÁBADO

Capítulo 14

Fernanda, com sua usual ternura, serve o café para sua mãe e seu irmão. Dona Eudóxia recusa-se a comer e se diz doente, como quem quer chamar atenção, e Fernanda segura-se para não ceder às suas manhas.

Perguntado pela irmã sobre seus estudos, Pedrinho reclama da matemática e do professor Clarimundo – D. Eudóxia lamenta que o menino deva ter o mesmo destino do pai: sem vontade de trabalhar, um dia ia chegar em casa com um tiro no peito. Fernanda repreende a mãe e tenta manter um diálogo positivo.

Bidinho, filho de Maximiliano, bate à porta para pedir uma vela. Eudóxia lamenta que o garoto logo se tornará órfão de pai e Fernanda acha curioso como sua mãe parece ter prazer em falar sobre velórios e mortes.

Tentando voltar ao assunto dos estudos, Fernanda recebe uma recusa de seu irmão e se recolhe em pensamentos sobre seu amigo Noel.

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook
error: Compre nossos ebook, a partir de R$9,90, para ter acesso aos textos com a opção copiar/colar habilitada ;)