Caminhos Cruzados: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Erico Verissimo, por Bruno Alves

ATENÇÃO: A experiência artística da leitura literária é única e pessoal: sempre que puder, entre em contato com os textos originais para compreender os livros em sua essência.

QUARTA-FEIRA

Capítulo 94

No almoço dos Leitão Leiria, Monsenhor Gross se delicia com um peito de peru enquanto D. Dódó lamenta que sua filha ainda não tenha se convertido. Armênio procura novas formas de interagir com os presentes: já falou de religião (para o Monsenhor e D. Dódó), de política (para Leitão Leiria), de moda (imaginando agradar sua amada). Vera olha para o teto para suportar a ocasião.

Repentinamente D. Dódó preocupa-se por ter se esquecido de enviar uma ambulância ao senhor tuberculoso da Rua das Acácias. Lamenta o estado do doente e questiona o Monsenhor o porquê de haver tanta pobreza no mundo. O religioso não sabe responder, mais entretido com seu prato; Leitão Leiria argumenta que esta é uma forma de Deus testar os homens; Vera, em pensamento, considera a pobreza como o resultado da ganância de pessoas como seu pai; Armênio poetiza que os contrastes são inerentes à condição humana.

Anterior Índice Próximo
error: Compre nossos ebook, a partir de R$9,90, para ter acesso aos textos com a opção copiar/colar habilitada ;)