Brás, Bexiga e Barra Funda: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Alcântara Machado

Amor e Sangue

Nicolino andava pela rua carregando um pesado sofrimento. Chegou ao barbeiro, onde trabalhava, e mal cumprimentou seu chefe.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um funcionário da prefeitura, que fazia a barba, comentou um crime passional, no qual um rapaz matou a moça. O barbeiro dizia que havia razão no assassinato. Nicolino fingia não escutar nada.

Grazia cruzou com Nicolino na calçada e se recusou a falar com ele. O rapaz enfureceu-se, ameaçou suicídio, mas acabou matando a garota com uma punhalada.

Os jornais do dia seguinte traziam a declaração de Nicolino: “Eu matei ela porque estava louco, Seu Delegado!”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo

Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual