Angústia: Resumo Por Capítulo

Paráfrase da obra de Graciliano Ramos

Capítulo 17

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com choros e manhas, Marina convenceu Luís de que não havia ocorrido nada entre ela e Julião: não era possível “furar os olhos do povo”. Com muito esforço mental o narrador comprou a história de sua noiva e presenteou-lhe com o anel e o relógio comprados na véspera: a tristeza de Marina subitamente transformou-se em alegria.

Quando indagada sobre os preparativos para o casamento, porém, a menina desconversou e estabeleceu novas condições: precisava bordar almofadas, comprar tecidos para cortinas e tapetes… Luís demonstrou impaciência e esclareceu que não tinha mais dinheiro guardado, mas acabou cedendo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após conseguir os panos, endividando-se na loja do pai de Moisés, Luís apresentou-os a Marina, mas não conseguiu o efeito esperado: ela, que já não usava o anel nem o relógio que havia ganho de presente, fez pouco caso das novas aquisições de seu noivo. Na sala de sua casa, a moça permanecia muda, com as mãos cruzadas sobre os joelhos, enquanto Luís se perdia em pensamentos sufocantes: tinha a certeza de que ela já estava mais interessada no outro pretendente, mais rico, o que configurava a pior forma de prostituição possível.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anterior Índice Próximo
Baixar eBook (R$9,90)

O que achou do resumo?
Ficou com alguma dúvida?
Qual a sua interpretação do texto?
Deixe seu comentário no final desta página ;)

Adquira os eBooks para
ter acesso total ao conteúdo
e contribua com nosso trabalho ;)

Clique aqui para
visitar nossa Livraria Virtual